Tereza

Tereza; a tímida. Bem que poderiam troca-lá. Não faço tanta questão de sua presença no grupo. Se a querem. Por que não tentar aceita-lá?
Elas odeiam rotina. Escutei que iriam organizar uma festa. Aproveitaram a ausência dos pais de Tereza. Era a minha chance de entrar no grupo.
No final da aula tudo já estava combinado. Sam subiu em uma das cadeiras da sala e gritou:
-Festa! Hoje, às oito horas na casa da Tereza. – mesmo que ela tivesse sussurrado todos prestariam atenção. Afinal, estava deslumbrante. Como pode tanta perfeição?
A ânsia era maior do que tudo. Contei cada segundo para a hora da festa. Passei horas para escolher uma roupa que caísse bem. Se fosse uma das garotas, qualquer coisa que eu vestisse ficaria ótima. Acabei usando um jeans escuro, uma t-shirt básica para dar ênfase ao cachecol. Um lindo xadrez vermelho, branco e preto com detalhes prateado. Idêntico ao que Tereza usava. Aproveitei o tempo que me restava. Peguei o baby liss e mãos a obra.
Acho linda toda aquela ondulação no cabelo de Tereza. Ela tem uma beleza única. Morena, olhos puxados, cabelos negros e levemente ondulados. Uma mistura perfeita. Tudo bem; ela é digna do grupo.

Deixe o seu comentário

Filed under Uncategorized

Desfile de Moda

Elas foram convidadas para o desfile mais badalado da estação. Tenho que ir a esse desfile.
Escutei a Rebecca, para íntimos, Becca falando que iria a uma dessas lojas de grife fazer compras. Fui atrás dela. Quem sabe eu não tinha uma ideia.
Passamos horas na loja para ela poder decidir qual seria a roupa ideal. Entre um elogio e outro aos seus belos cabelos loiros achamos um vestido. Preto, meio cintilante, lindo, vazado nas costas em formato de triângulo, de comprimento até os joelhos, rendado na ponta. Para encontrar o sapato foi mais rápido. Um lindo salto alto na cor prata, quase todo fechado. Apenas com uma abertura na ponta.
No dia do desfile tive que chegar um pouco mais cedo. Peguei dinheiro e tentei subornar o segurança. Ele se fez de difícil e não aceitou de forma alguma a proposta. Percebendo o interesse de um segundo segurança esperei a saída do primeiro e consegui entrar com a ajuda do segurança corrompido.
Quase na hora do desfile. Corri para achar as meninas. Estavam na primeira fila e não havia mais nenhum lugar. Fiquei em pé no fundo. As luzes ficaram mais aconchegantes na platéia. A passarela pegava fogo. Mal consegui prestar atenção no desfile. As garotas estavam deslumbrantes.
Na saída tentei aproximar-me delas. Todos notaram a semelhança do meu visual e o da Rebecca. Afinal, só ficou um pouco diferente após os ajustes. Só tinha um número pequeno. Lógico que deixei ela pegar. O sapato estava quase prendendo a circulação dos meus pés de tão apertados que estavam. Tive que correr antes de uma gangrena.

Deixe o seu comentário

Filed under Iguais

Ruiva

Hoje, cheguei mais cedo à escola, como de costume, para poder acompanhar de perto a rotina de minhas melhores amigas. Mesmo que elas ainda não saibam disto.
Sentada na extremidade esquerda da sala, local onde consigo visualizá-las mais de perto, adimirei-as. Nossa… como eram bonitas. Bonitas, ricas, populares, ricas, desejadas; ricas. Mas, como qualquer boa groupie de boy band, também tenho minha preferida. O nome dela é Samantha, Sam, para as íntimas como eu. Cabelos ruivos acompanhados de um par de olhos marcantes. Sem contar o corpo, belíssimo.
Qualquer garota de minha idade, como eu, acredita em destino. E, certa de que ser uma delas era meu destino, tento, constantemente, me enturmar. Ao menos visualmente falando.
A proximidade do vestibular constantemente me deixa nervosa. Não pelo fato da prova, sei que passarei, mas sim por ainda não ter me tornado uma daquelas garotas. Era chegada a hora de medidas extremas.
Correndo à farmácia mais próxima, balançando meus cabelos ao vento, vislumbrei pelos últimos momentos a cor castanha de meus cabelos. Com a mão na caixa de tinta vermelha sorri imaginando os elogios que Sam me direcionaria pela ótima escolha da tinta.
P.S. lembrar que pintar os cabelos não é a melhor forma de impressionar. Principalmente quando seus cabelos são castanhos escuros, e você exagera usando quatro caixas de tinta.

Deixe o seu comentário

Filed under Tentativas